• Sem categoria

“Observou-se Diminuição na Containerization no Comércio Mundial”

O especialista da CEPAL, Ricardo Sánchez, em uma entrevista com MundoMaritimo do Chile, revela uma abordagem inovadora sobre a estagnação na movimentação de contêineres da América Latina, consistente em que a proporção de commodities é maior do que o de há 20 anos, o que gera o uso de menos contêineres, que leva a repensar o anterior tendência que todo o crescimento do contêiner foi explicado pelo comércio, pela mudança tecnológica. Hoje já não: existem outros fatores que fazem reduzir-se, então podemos esperar que já não temos taxas de crescimento dos contêineres tão espectaculares como tínhamos 10 anos atrás. Isso reafirma a posição tão repetida de Latinports da necessidade de repensar o negócio portuário.