latinports.org

0

“Os Planejamentos Portuários não Podem ser de Hoje para Amanhã”

No âmbito da sua participação como palestrante no seminário “Port Community System (PCS), Herramientas de Coordinación para la Logística Portuaria”, o especialista espanhol Lluís Miró, consultor na área de portos e logística da empresa IDOM (Engenharia e Gestão de Obras e Montagem), entregou a Pablo Fortin de PortalPortuario.cl sua visão sobre o atual desenvolvimento portuário chileno e os desafios da indústria , conceitos que se aplicam em geral a todos os portos da América Latina.

Leia mais »
0

O Colapso Continua na Movimentação de Contêineres

De acordo com dados divulgados pela CEPAL, o movimento de cargas em contentores nos portos na América Latina e no Caribe caiu 0,9% em 2016, o pior desempenho desde a crise de 2009, enquanto globalmente o comportamento foi positivo mas baixo.

A deterioração de 2016 foi determinada principalmente pela diminuição na atividade de quatro países latino-americanos: Panamá (- 9,1%), Argentina (- 6,1%), Brasil (- 4,4%) e Colômbia (- 3,6%), alguns com importante atividade de transbordo (Panamá e Colômbia). Estas quedas foram atenuadas por aumentos observados em alguns países os aumentos da região contribuído para o volume total: Uruguai (9,5% de aumento), Guatemala (8,8%), Peru (8,4%), República Dominicana (8,3%), Costa Rica (7,3%), Chile (4,8%), Equador (4,5%) e México (3,2%).

Globalmente, durante 2016 portas no tráfego de contentores, também tinham um baixo dinamismo. De acordo com as estimativas da publicação Alphaliner, volumes nos 100 primeiros portos de contentores no mundo aumentou apenas 1,8 por cento em 2016

0

MOL Triumph: Maior Containership do Mundo

O navio MOL Triumph, da companhia de navegação Mitsui OSK Lines, tornou-se no containership mais grande do mundo, com capacidade para transportar até 20,150 TEUs. O navio, batizado em 15 de março, tem 400 metros de comprimento, 58,8 metros de manga e tem uma série de melhorias tecnológicas que lhe dão maior eficiência do ponto de vista do consumo de combustível, o que constitui um benefício para o ambiente. Ele será entregue em 27 de março, enquanto outros três navios – que serem implantados nas rotas Ásia-Europa – serão entregues no decorrer deste ano.